Bem-vindos *-*




9 de jan de 2011

Minha história, Minha vida (U)

Todas as formas de amor são válidas desde que seja correspondida na "mesma intensidade."
Loucuras são aceitáveis desde que não prejudique ninguém ou a si mesmo.
Para viver um grande amor é preciso está bem consigo mesma e para isso nada de atentar contra a própria vida para se ver livre dos problemas.
Problemas todo mundo têm, seja eles grandes, pequenos, mas todos temos e estamos aqui para aprender e resolver eles da melhor forma possível.


Fábeo... Pior fase da minha vida =/
Quando estava com o Igor, já conhecia o Fábeo, e ele sempre era um fofo, um menino que toda mulher sonha na vida, por que não deu certo? Pelo fato dele quebrar meu coração, fazer da minha vida um verdadeiro caos ú.ú
Meu relacionamento com ele sempre foi muito bom, ele sempre foi aquele menino romântico, fofo, alguém que é fácil de se apaixonar *-* Depois de 2 meses que estava solteira, ele me pediu em namoro, isso era em abril, e eu, como já estava apaixonada, acabei aceitando sem nenhum problema, mas mal sabia eu que passaria por momentos que deixariam marcas para sempre. Ficamos 2 meses namorando, e no dia 08/06/2009 ele chegou no msn e disse:
Fábeo: Eu estou gostando realmente de outra pessoa
Quando eu li, eu senti que havia perdido meu chão, desandei no choro, senti que minha vida havia acabado. Tentei conversar com um amigo meu, mas não adiantou. Saí do msn mais cedo do que o normal. Dormir? não era o que estava nos planos. A única coisa que vinha na minha mente era: "Eu quero morrer" E foi o que eu tentei fazer. Tomei vinho com remédio faixa preta, o que aconteceu? Fui parar em coma por 4 dias. Quando voltei fiz de tudo pra esquece-lo, se consegui? por um tempo. Depois de 2 semanas voltamos a conversar normal. Apesar de tudo ele me fazia um bem enorme. Depois de 4 meses do ocorrido, ele voltou a jogar indiretas para mim e eu, apaixonada por ele ainda, caí feito uma patinha. Dia 10/11/2009 descobri muitas coisas sobre ele que fizeram nós dois brigarmos, na hora eu com muita raiva exclui tudo o que havia dele, mas isso não parou por aí. Dia 11/11/2009 fui numa festa em uma cidade vizinha com mais 3 amigas, naquele dia eu bebi demais, o que não era o normal, ainda mais se estava dirigindo. Quando estavamos voltando, eu me distraí e acabei batendo meu carro numa árvore, resultado? Parei em coma por 8 dias, 2 amigas ficaram em estado grave e 1 em estado leve. Quando voltei botei na minha cabeça que isso tinha que ter um fim, se teve? por um tempo. Em janeiro, ele me adicionou de novo, nossa amizade prevaleceu, até ele me pediu conselhos e eu os dava. Mas acabamos brigando de novo, se eu fiz algo? FIZ, eu apesar de todo o tempo, gostava dele mais do que tudo. O que eu fiz? Cortei meu pulso. Quando eu fiz isso começei a me perguntar:
Por que fazer mil e uma loucuras por alguém que não me ama? Pra que me matar se ele nem se preocupa com o que eu faço?
Foi aí que eu tirei forças o suficiente, não sei da onde, para conseguir esquecer ele de vez da minha vida e consegui. Hoje depois de 1 ano e 7 meses continuamos conversando de vez em quando, e por mais que ele fale algo que ainda me ama e talz, isso não me faz diferença, claro que logo no começo mexia comigo, mas não me afetava como antigamente.
Ele conseguiu quebrar meu coração em trilhões de pedaçoes, mas eu aprendi a passar essa barreira de esquece-lo e viver FELIZ, como eu sou hoje com alguém que realmente me dá valor *-*

Nenhum comentário:

Postar um comentário